Livros - Publicado em 01.ago. 22

Estava eu na Bienal do Livro de SP 2022 levando meu exemplar novinho de “As vantagens de ser você” pra rainha Ray Tavares autografar, aproveitando pra pegar uns brindes no estande na Record, quando um atendente muito gente boa me deu a oportunidade de entrevistá-la para a página. Como não era certeza de nada, pois a fila estava gigantesca e tinha pelo menos umas cem pessoas com um livro em cada mão pra autografar, perguntei se ele poderia garantir pelo menos umas fotos pro instagram, mas ele garantiu que conseguiria uma entrevista, porque a Ray era muito “da farofa”.

Em outro estande que passei, uma amiga minha que é autora nacional comentou que estava muito ansiosa pra comprar esse mesmo livro, mencionando que a Ray era conhecida por ter um senso de humor ótimo, por vezes até meio “ácido”, e que isso tornava os livros dela ainda melhores.

Tudo isso foi construindo uma imagem muito interessante da Ray que eu já conhecia do Twitter – muito engraçada, divertida e da zoeira! Imaginem minha surpresa quando ela chegou bem tímida pra entrevista. Mas isso não impediu que ela fosse excelente, dando aulas sobre a importância da representatividade LGBTQIAP+ na literatura, sobre a presença dos autores nacionais no evento esse ano e comentando um pouco mais sobre o processo de escrita de seu livro.

Essa história toda eu estou te contando para que você entenda um pouco mais do que esperar de “As vantagens de ser você”; justamente porque eu e a Ray concordamos que esse livro tem muito a ver com ela. Ele não só foi inspirado pela trajetória dela com a escrita, como também tem todo o charme ao qual me introduziram e do qual fizeram tanta propaganda na bienal – o indiscutível e impecável senso de humor ácido de Ray Tavares. 

“O brasileiro médio não queria ordem e progresso, ele queria estabilidade e um bom salário. E picanha. E ganhar outra Copa do Mundo”.

Bom, vamos ao que interessa: Ana Menezes acaba de ficar desempregada e, num ato de desespero, gasta suas últimas economias numa viagem para o Jalapão para um retiro espiritual de um coach motivacional, porque ela acredita ser sua última chance de conseguir ser uma escritora de sucesso (e também porque quem está organizando é sua crush de infância, Bárbara, e como todas nós, ela também é emocionada). 

Não vá esperando uma roadtrip romântica com pôr do sol, acampamento sob as estrelas e cinema a céu aberto: o que Ray Tavares vai te entregar é a viagem mais cômica e desastrosa de todos os tempos, em que Ana descobre que sim, sempre dá pra ficar pior. Os melhores momentos incluem noites em motéis de estrada, raves em conventos e algo que não pode faltar em nenhum livro sáfico contemporâneo: cenas emocionantes ao som de músicas da Taylor Swift.

Não te convenci ainda? Tem mais.

Quem sonha em trilhar o caminho da escrita vai se emocionar com a trajetória da Ana, além de aprender muito com as referências que a Ray deixa ao longo da história. São comuns as menções a termos da dramaturgia, como expressões ligadas à jornada do protagonista, que vão fazer qualquer pessoa que goste de escrever ficar com o coração quentinho.

“As vantagens de ser você” conta ainda com representatividade negra, lésbica e bissexual por parte das duas protagonistas, e explora todo o amadurecimento emocional de Ana, a quem assistimos crescer e aprender a ter responsabilidade afetiva e consciência do coletivo, trabalhando seu ego. 

O livro de Ray Tavares é certamente um dos melhores lançamentos nacionais que temos na comunidade em 2022, e com toda a certeza vai inspirar muitas pessoas que, como a Ana, já se sentiram desmotivadas. Talvez você não encontre o empurrãozinho (ou o incidente incitante) que você precise num livro de coach, mas quem sabe o encontre em “As vantagens de ser você”. Isso eu não posso afirmar. Mas uma coisa eu sei que você vai encontrar: uma história linda, divertida e muito inspiradora. 

 





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.