Curiosidades - Publicado em 01.dez. 21

Por Raquel Oliveira

Sucesso da Netflix, a trilogia Rua do Medo tem todos os elementos para se tornar uma referência contemporânea no subgênero de terror slasher, isso se já não se tornou. Então, reunimos algumas curiosidades sobre essa grandiosa produção de Leigh Janiak.

REPRESENTATIVIDADE LGBTQIA+

Reprodução Google/Netflix

“Queríamos contar uma história de amor e que fosse verdadeira na experiência de ser LGBT nos anos 90. Queríamos fazer com que o relacionamento deles parecesse autêntico de como uma experiência gay pode ter sido fora das lentes modernas”, disse Leigh Janiak, criadora da trilogia.

ADAPTAÇÃO

Apesar de ser uma história baseada na série de livros de R.L. Stine, a adaptação cinematográfica conta com um roteiro bastante original e uma história a parte da série de livros. Isso porque a co-roteirista e diretora, Leigh Janiak, junto com sua equipe de roteiristas, se inspiraram nessas histórias que apenas serviram de base para dar originalidade à produção.

GRAVAÇÕES

Reprodução Google/Netflix

As gravações da trilogia se iniciaram em 2019. Os três filmes foram rodados ao mesmo tempo, mas não em ordem cronológica. A segunda parte foi a última a ser filmada, devido à pandemia da COVID-19.

CINEMAS

Inicialmente, a produção seria lançada nos cinemas. A produtora Chernin Entertainment tinha contrato de exclusividade com a distribuidora Fox. Mas quando a Fox foi vendida para o grupo Disney, o contrato não foi renovado, e com os cinemas fechados, a Netflix comprou os direitos de distribuição. A ideia inicial seria um filme por mês nos cinemas, contando com o último no Halloween.

 

REFERÊNCIAS

Reprodução Google/Netflix

A trilogia é vista como uma “carta de amor” de Leigh Janiak ao subgênero de terror slasher. Durante toda a trilogia, há referências a grandes filmes cults e populares dos últimos tempos, entre eles: Pânico (1996), Halloween (1978), Carrie, a Estranha (1976), Sexta-feira 13 (1980), A Bruxa (2016), As Bruxas de Salém (1996), entre outros.

DEENA

Reprodução Google/Netflix

Para a surpresa de muitos, Kiana Madeira tem 29 anos de idade.

VIDA REAL

Leigh Janiak diretora | Chris Delmas/AFP by means of Getty Images

Leigh Janiak contou que algumas situações do primeiro longa foram inspiradas em sua vida real, com as experiências que viveu na época em que era adolescente, já que, como nasceu nos anos 80, ela era jovem em 1994.

STRANGER THINGS

https://screenrant.com/fear-street-sadie-sink-future-after-stranger-things/

Janiak é mulher de Ross Duffer, um dos criadores de “Stranger Things”. Ela desenvolveu a trilogia ao mesmo tempo em que seu marido estava filmando o terceiro ano da série. A cena inicial da Parte 1 é uma recriação da clássica cena de Pânico (1996), que contém Maya Hawke, e a Parte 2 tem como protagonista Sadie Sink. Ambas fazem parte do elenco de Stranger Things.

TRILHA SONORA

A trilha sonora contém um pequeno deslize: várias músicas tocadas foram lançadas após o ano em que se passa o primeiro filme. Only Happy When It Rains, de Garbage e More Human than Human, de White Zombie, são de 1995. Firestarter, de Prodigy e Machine Head, de Bush, são de 1996. Your Woman, de White Town, é de 1997.

NETFLIX

Foi estratégico e histórico da parte da Netflix lançar três filmes de uma história em três semanas. Apenas plataformas de streamings fariam isso. O Amazon Prime Video tentou no ano passado com a Welcome To Blumhouse, sem sucesso.

FINAL FELIZ

Reprodução Google/Netflix 

“Acho que foi muito importante […] Em filmes de terror, um personagem queer não ia além das primeiras 10 páginas do roteiro. Então, ter essa trilogia ancorada em uma história de amor queer… é tão inovador”, disse Kiana sobre as protagonistas terem tido um final feliz.

FEAR STREET 4?

Não há uma confirmação concreta sobre uma continuação. Mas o que se sabe é que há dezenas de livros da mesma série (em torno de 51). Então, há muito para ser abordado. Janiak também já se mostrou aberta para realizar mais produções com esse formato de lançamentos da Netflix.





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.